Angra dos Reis

Igrejas centenárias, ruínas e monumentos conferem singularidade a este destino, mais comumente conhecido pelas sublimes praias. Em Angra dos Reis, é possível encontrar história até no fundo do mar. Surpreenda-se com esta região extraordinária!

Com águas cristalinas de tom esverdeado, Angra dos Reis – a cerca de 160 km da cidade do Rio de Janeiro – oferece a possibilidade de visitar uma ilha diferente a cada dia do ano. São as mais de 360 ilhas e cerca de duas mil praias coroadas pela exuberante Mata Atlântica da região que tornam este um destino apadrinhado pelos apreciadores de sol e praia.

Mas a fascinação dos turistas por Angra dos Reis vai muito além dos encantos naturais. O destino é lar de histórias e culturas cativantes, a começar pelo seu descobrimento. Considerada uma das cidades mais antigas do Brasil, Angra dos Reis recebeu o nome por ter sido descoberta em 6 de janeiro de 1502, Dia de Reis. Pela antiguidade histórica, a cidade apresenta um rico acervo patrimonial, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Sua charmosa arquitetura é composta por grandes sobrados coloniais, como a Casa de Cultura Poeta Brasil dos Reis.

Igreja em Angra dos Reis

E para quem não dispensa o turismo religioso, Angra é um prato cheio. A cidade está repleta de edifícios sacros, como a Igreja de Santa Luzia, onde está exposta a imagem barroca da santa, e a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição – que conta com diversos retábulos, indumentárias e imagens sacras, além da pia batismal, confeccionada em mármore e doada à cidade pelo rei de Portugal, no século XVIII.

É possível ir ainda mais a fundo na memória religiosa deste magnético destino. Em matéria de atrativos religiosos, destacam-se também as ruínas do convento de São Bernardino de Sena e a Capela de São Francisco da Penitência. O conjunto formado pelos dois edifícios ocupa o Morro de Santo Antônio, de onde se tem uma vista panorâmica e privilegiada da cidade e do porto.

A expressão histórico-religiosa de Angra é tão relevante que, em 1992, a cidade ganhou o Museu de Arte Sacra de Angra dos Reis. Localizado nas dependências da Igreja de Nossa Senhora da Lapa, o museu abriga um dos acervos de arte sacra mais importantes do estado e é palco para missas, procissões e outras celebrações das quais os visitantes podem participar.

Os mais variados eventos também têm lugar na charmosa Angra. A Festa do Divino Espírito Santo, por exemplo, é uma das mais antigas e difundidas práticas do catolicismo popular na região. Já a Folia de Reis Luz Divina, realizada desde os anos 90, exala tradição popular.

E nem só de festividades religiosas se faz a vida cultural de Angra dos Reis. A Festa Internacional de Teatro, conhecida como FITA e considerada um importante festival do cenário cultural brasileiro, torna o roteiro dos turistas ainda mais interessante e diverso. O evento leva a Angra artistas renomados, além de abrir espaço para a valorização de talentos locais. A FITA acontece no Teatro Municipal Dr. Câmara Torres, no prédio do Centro Cultural Teophilo Massad.

E para fechar o roteiro de viagem com chave de ouro, os turistas não podem deixar de visitar o Largo do Mercado, onde se encontra o Mercado Municipal. Tombado desde 1988 pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro (INEPAC), o local hospeda uma feira de artesanato e de produtos agrícolas, além da Casa Larangeiras – construída em 1822, serve de espaço para a exposição artística de músicos, dançarinos, pintores, escultores, atores e poetas.

Visitar Angra dos Reis é se deixar maravilhar não só com a paisagem incomparável, mas também com a cultura e memória popular. Muito além das praias fascinantes, este destino é capaz de exercer um poder magnético sobre os turistas por meio de seu cenário cultural ímpar. Vale a visita!

Avião | Aeroporto
Aeroporto Internacional Tom Jobim: +55 (21) 3004 6050
Aeroporto Santos Dumont: +55 (21) 3814-7070
O Aeroporto Internacional Tom Jobim recebe voos de muitas cidades tanto no Brasil quanto pelo mundo afora. Caso já esteja no Brasil, o visitante pode optar por chegar pelo Aeroporto Santos Dumont. Após a chegada a um dos aeroportos do Rio de Janeiro, será necessário complementar o percurso de carro, transfer ou ônibus.

Veículos pessoais ou alugados
Saindo do Rio de Janeiro, são cerca de 160 km até Angra dos Reis. Você pode alugar um carro e fazer o percurso.

Ônibus
Há ônibus diários entre a Rodoviária Novo Rio, na cidade do Rio de Janeiro e a rodoviária de Angra dos Reis.

Transfers
Há várias empresas nos aeroportos do Rio de Janeiro que oferecem esse serviço aos visitantes.

Ônibus
Angra dos Reis conta com várias linhas de ônibus que percorrem toda a cidade.

Veículo pessoal ou alugado
Angra dos Reis é uma cidade relativamente pequena, mas ter um carro à disposição garante mais conforto na hora de se locomover e conhecer os pontos turísticos. Você pode alugar um carro para passear por lá.

Táxi | Aplicativos de Transporte
Andar de táxi ou utilizar aplicativos de transporte é uma das opções de se locomover com mais comodidade na cidade.

Embarcação/Balsa
Passear de barco de uma praia a outra de Angra é bem interessante. Informe-se nas agências locais.

Telefones Úteis

Prefeitura:
+55 (24) 3377-8311

Centro de Informações Turísticas:
+55 (24) 3369-7704

TurisAngra:
+55 (24) 3367-7518

Polícia Militar: 190
SAMU: 192
Bombeiros: 193

Voltagem

110V

Clima local

Angra dos Reis pode ser visitada durante o ano inteiro. O período de alta temporada na cidade coincide também com a época de chuvas, de dezembro a fevereiro, mas as temperaturas ficam mais elevadas, com média diária acima de 31 °C. De junho a agosto as chuvas diminuem e também a temperatura, com média abaixo de 27 °C.