Belém
No coração da Amazônia estão sabores ricos e singulares que surpreendem e conquistam o visitante. A culinária de Belém é tão expressiva que a capital paraense foi designada como Cidade Criativa da Gastronomia pela UNESCO. Não deixe de experimentar iguarias da região!

O Pará é um estado rico em belezas naturais e biodiversidade, localizado no berço da floresta amazônica. A capital, Belém, é um dos redutos dos turistas que buscam o contato direto com os tesouros da fauna e flora brasileiras. E a gastronomia, caracterizada pelos sabores de influência indígena, é parte essencial da experiência de visitar a região.

Os pratos da capital paraense contam histórias sobre a memória do estado e a identidade indígeno-brasileira, além de surpreenderem e conquistarem os adeptos ao turismo gastronômico. Entre as iguarias mais conhecidas, está o tucupi, um caldo amarelo extraído da mandioca e de sabor forte e marcante, considerado o coringa da culinária paraense.

Tacacá é um prato típico da Região Amazônica de origem indígena

Uma curiosidade é que o tucupi não pode ser consumido logo após a extração e precisa passar por um cozimento que pode levar cerca de uma semana. Apesar da peculiaridade, o alimento é um dos mais tradicionais da culinária local e compõe alguns dos pratos mais consumidos na região, como o pato no tucupi.

O tacacá é outra iguaria da região, uma espécie de sopa, feita com tucupi, goma, jambú e camarão seco. Além destes, temos a maniçoba, feita com folhas da planta maniva ou da mandioca. As folhas precisam ser cozidas por cerca de 5 dias e, após isso, acrescenta-se carnes como charque, chouriço, pé de porco, toucinho e costela. O pato no tucupi, tacacá e a maniçoba formam a tríade da tradicional culinária paraense.

Outro item da gastronomia paraense que precisa ser experimentado é o açaí, fruto de uma palmeira típica da Amazônia. Na região é comum comer o fruto de diversas formas: como um creme, misturando com farinha de mandioca ou tapioca, como acompanhamento de peixes, ou até mesmo bebido como suco.

Experimentar a gastronomia de Belém é uma das formas mais interessantes de conhecer a identidade e os costumes locais. Visitar a capital paraense é ter a certeza de levar na memória e no paladar experiências únicas e deliciosas.

Avião | Aeroporto
+55 (91) 3210-6000
O Aeroporto Internacional de Belém recebe voos nacionais diretos de grandes capitais brasileiras e voos internacionais de Miami, Caiena, Lisboa e Paramaribo.

Ônibus
+55 (91) 3266-2625
O Terminal Rodoviário de Belém recebe linhas intermunicipais e interestaduais.

Embarcação
+55 (91) 98895-6563
A cidade possui uma ótima estrutura de transporte fluvial. O
Porto de Belém se interliga com outros destinos do norte do Brasil, como Manaus, Santarém e Macapá.

Ônibus
Belém possui cerca de 14 rotas de ônibus que cobrem da área norte até a área sul da cidade. Confira as rotas da Vialoc, empresa responsável pelo transporte.

Veículo Pessoal ou Alugado
Você pode alugar um carro para passear em Belém e conhecer outros destinos próximos no Pará. Este mapa pode ajudar você.

Embarcação
Algumas empresas de turismo oferecem passeios de barco para conhecer a Floresta Amazônica, a orla de Belém, algumas comunidades ribeirinhas e as ilhas próximas. Os passeios mais tradicionais saem da Estação das Docas

Táxi | Aplicativos de Transporte
Andar de táxi ou utilizar aplicativos de transporte é uma das opções de se locomover com mais comodidade na cidade.

Telefones Úteis

Secretaria de Turismo do Pará:
+55 (91) 3110-5000
Policiamento Turístico:
+ 55 (91) 3212-0883
+55 (91) 98123-1178

Polícia Militar: 190
SAMU: 192
Bombeiros: 193

Voltagem

110V

Clima Local

Belém é uma das capitais mais chuvosas do País, com clima quente o ano inteiro. Os meses mais chuvosos são fevereiro, março e abril. Os melhores meses para visitar a cidade são de agosto a novembro, onde as chuvas são mais amenas.